Início > educação, liberdade de conhecimento, sociedade, software livre > Software Livre ganha espaço na Academia

Software Livre ganha espaço na Academia

Fonte: http://www.noticiaslinux.com.br/nl1185328150.html

Achei interessante uma notícia enviada a mim por um amigo. Esta notícia circulou, nesta semana, na intranet do SERPRO, visando esclarecer o público interno sobre uma importante e atual tendência.

Software Livre ganha espaço na Academia

Cresce o número de universidades e faculdades que oferecem cursos de pós-graduação sobre a plataforma colaborativa. Segundo os especialistas, o Software Livre deixou de ser uma promessa para o futuro e já é uma realidade incontestável no mundo contemporâneo.

“A opção pelo software livre é mais do uma questão somente econômica, trata-se de uma afirmação de autonomia tecnológica e de desenvolvimento científico, algo que, em última análise, também implica em desenvolvimento econômico e social”, avalia Cátia Rezende, superintendente do Serpro que atende o ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Cátia é coordenadora do terceiro semestre do curso de pós-graduação em Software Livre (SL) do Instituto Nossa Senhora de Fátima, em Brasília. Segundo ela, o principal objetivo do curso é capacitar profissionais em SL, habilitando-os a exercer a prática docente no Ensino Superior.

“A característica mais importante do software livre é a liberdade de uso, cópia, modificações e redistribuição. Esta liberdade é efetivada através da distribuição do código fonte dos programas, o que os transforma em bens públicos, disponíveis para utilização por toda a comunidade e da maneira que seja mais adequada a cada indivíduo”, explica a professora. Ela acredita que quanto mais esses conceitos forem difundidos, maior será a adesão à plataforma. “E o ambiente da academia é altamente fértil para atingir esse fim”, considera a professora.

Tomar as rédeas do conhecimento

O coordenador do Programa Serpro de Software Livre e assessor de diretoria da Empresa, Deivi Lopes Kuhn, reforça a idéia de autonomia tecnológica que o modelo do software livre proporciona para toda a sociedade.

“Um exemplo bastante esclarecedor é o caso do Serpro. Antes o conhecimento ficava nas mãos de fornecedores e nós éramos apenas consumidores passivos. Não tínhamos autonomia de escolha”, recorda Deivi. “Mas ao adotarmos Software Livre, passamos a ter o desafio do conhecimento. Precisamos sempre nos preparar para conseguir absorver e aproveitar todas as possibilidades que a plataforma aberta nos traz. Essa é uma postura que favorece a criatividade e a inovação, nos tornando agentes no processo do conhecimento”, destaca.

Enfoques variados

Os cursos de pós-graduação em software livre apresentam enfoques que vão desde a gestão na plataforma aberta, até a produção e o desenvolvimento, além do já citado, que é voltado para a docência. Existem diversas instituições, espalhadas pelo Brasil, que oferecem cursos nessa área, e a tendência é de crescimento da oferta, na medida em que o mercado exige profissionais aptos a transitar nesse universo. (Os casos abaixo representam somente uma amostra, uma seleção jornalística, não se caracterizando como sugestões da reportagem.)

Um exemplo é o da Universidade Federal de Lavras, em Minas Gerais, que oferece a especialização “Produção de Software Livre”, com turmas em Lavras e Recife (PE). O curso é baseado nos princípios da engenharia de software e nos modelos abertos de produção de software. Seu objetivo, segundo a universidade, é a capacitação dos desenvolvedores em práticas de mercado e a profissionalização do software livre no Brasil.

Na modalidade a distância, a Unisul Virtual disponibiliza o curso de pós-graduação lato sensu – especialização em Implantação de Software Livre, que aborda conceitos formais sobre a plataforma, estudos de características relevantes e de ferramentas disponíveis no mercado, além de conceitos estratégicos para o contexto organizacional e mecanismos de avaliação e seleção para a implantação prática de SL no ambiente organizacional.

Já o Instituto Paranaense de Ensino lançou, no final do ano passado, uma Especialização em Gestão de Software Livre. Capacitar os profissionais de informática para utilizar software livre nos projetos de suas empresas; fornecer aos participantes os conhecimentos necessários para permitir a seleção dos softwares livres mais adequados a cada projeto; e incentivar a adoção de softwares livres nas organizações; essas são as diretrizes orientadoras desse curso.

Outro destaque é a especialização em Desenvolvimento de Software em Ambiente Linux, oferecida pela Unisinos, no Rio Grande do Sul. O curso busca formar profissionais capazes de aplicar técnicas, utilizar ferramentas e metodologias no desenvolvimento de software para ambiente Linux.

Serviço

Unisul – http://www.unisul.br/content/site/cursos/cursosdeposgraduacao
Instituto Superior Fátima – http://www.institutofatima.edu.br/
Universidade Federal de Lavras – http://www.swquality.com.br/psl
Instituto Paranaense de Ensino – http://www.institutoparanaense.com.br/?cont=cursos&id=67
Unisinos – http://www.unisinos.br/especializacao/software_livre/

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: